Notícias

Memórias ADPESP: documentos e terrenos

Posted by:

18 de julho, 2019

Em 1976, a ADPESP apresenta a nova cédula associativa, que permaneceu válida por cerca de 30 anos. Ela é composta por dados básicos do associado (nome, categoria e número de filiação, RG e assinatura), foto e o distintivo da entidade.

No mesmo ano, o prefeito de Campinas, Lauro Péricles Gonçalves, outorga o direito a um terreno no Jardim Santana para uma subsede da ADPESP. A área é de 10 mil m², conforme documento entregue ao presidente da Associação na época, Mauricio Henrique Guimarães Pereira (à direita na imagem). A Entidade consegue o mesmo em Águas da Prata para a instalação de uma colônia de férias.

O restaurante na sede, após um período servindo almoço apenas ao público interno durante a semana, e aos domingos aos associados, muda o atendimento. Ele passa a funcionar nos dias úteis também para todos os associados, conselheiros e diretores.

Confira a série completa das Memórias ADPESP

0