Notícias

Memórias ADPESP: O Poder Executivo

Posted by:

23 de maio, 2019

Os delegados Elpídio Reali (ao centro da imagem) e Nicolau Mário Centola são condecorados com a medalha de guerra, pelo comandante do II Exército, general Henrique Teixeira Lofft, em setembro de 1949.  


À época, Elpídio Reali prestara serviços considerados relevantes ao país por suas atuações no Departamento de Ordem Política e Social (DOPS), órgão do governo brasileiro utilizado durante o Estado Novo e a Ditadura Militar. 
 
Entre 1951 e 1954, o delegado tornou-se secretário de Segurança Pública de São Paulo. No cargo, ele sempre fez questão de ressaltar a importância da Associação, não só por seu caráter assistencial, mas também como fator de união da classe para uma polícia mais organizada.  
 
O apoio político de Elpídio Reali era visto pelas lideranças da ADPESP, na época, como fundamental para que as reivindicações da categoria chegassem ao Governo do Estado.  
 
Elpidio Reali teve como filho o destacado jornalista e professor Elpidio Reali Júnior, que por muitos anos foi correspondente internacional e trabalhou para a “Rádio Jovem Pan” e o jornal “O Estado de São Paulo”.  
 
Principais fontes: ADPESP, SSP, Memória da Polícia Civil e Wikipedia.  

0