Notícias

Polícia Civil deflagra Operação Espártaco

Publicado em: 16 de Jun de 2018

A Polícia Civil do Estado de São Paulo, por meio da Delegacia de Polícia de Investigações Sobre Entorpecentes de Ribeirão Preto (DISE), em fevereiro do corrente ano, iniciou uma investigação criminal para combater os crimes de tráfico e de associação para o tráfico de drogas, ocorridos em Ribeirão Preto e região.

Durante as atividades de polícia judiciária, foram identificadas três lideranças do comércio de drogas ilícitas em bairros distintos: Vila Carvalho, Parque São Sebastião e Salgado Filho, este em Jardinópolis.

A organização criminosa do bairro Salgado Filho

Possuía 15 integrantes, sendo que 8 deles foram presos no decorrer das investigações. Constatou-se que as drogas eram preparadas no mesmo bairro e transportadas para diversos pontos de venda na cidade de Jardinópolis, onde eram comercializadas. O líder dessa organização criminosa, vulgo “PC”, foi identificado. Apurou-se que tal organização movimentava cerca de 2.000 (duas mil) cápsulas contendo cocaína por dia, equivalentes ao valor de R$ 20.000,00 (vinte mil reais).

A organização criminosa do bairro Vila Carvalho

Possuía 7 integrantes, entre eles uma mulher que foi presa no decorrer das investigações. Constatou-se que as drogas eram comercializadas tanto no atacado como no varejo. Eram distribuídas no referido bairro como também na região. Os líderes dessa organização criminosa ,vulgo “Lemão” e “Lu”, foram identificados. “Lu” está sob a condição de “Procurado pela Justiça”, pela prática do tráfico de drogas. Apurou-se que tal organização movimentava cerca de 50kg (cinquenta quilos) de drogas por semana, equivalentes ao valor de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais).

A organização criminosa do bairro Parque São Sebastião

Possuía 6 integrantes, sendo que dois deles foram presos no decorrer das investigações. Constatou-se que as drogas dessa organização criminosa eram comercializadas na Avenida Pedro Barbieri. O líder dessa organização criminosa, vulgo “Café”, também foi identificado. Ele está cumprindo pena pelo delito de homicídio. Apurou-se que tal organização movimentava cerca de 20kg (vinte quilos) de drogas por semana, equivalentes ao valor de R$ 20.000,00 (vinte mil reais).

Os policiais civis da DISE de Ribeirão Preto descobriram que em uma reunião entre membros do PCC e a organização criminosa do Parque São Sebastião, foi discutida a delimitação geográfica e aquisição de pontos de venda de drogas.

Resultado das investigações, além das prisões

No decorrer dos 4 meses de investigações, foram apreendidos 200 kg (duzentos quilos) de maconha, 7.000 (sete mil) cápsulas contendo cocaína, 15.000 (quinze mil) eppendorfs vazios, cerca de R$ 30.000,00 (trinta mil reais), dois veículos e diversos apetrechos para o tráfico.

Operação Espártaco

Na data de hoje, foi deflagrada Operação Espártaco, para cumprimento de 18 mandados de prisão temporária e 20 mandados de busca e apreensão, nas cidades de Ribeirão Preto e Jardinópolis.

Foram presas 14 pessoas. Elas serão indiciadas por tráfico, associação ao tráfico e organização criminosa.

Também foi apreendida grande quantidade de maconha, cocaína, microtubos plásticos vazios, cafeína e um revólver municiado. A droga está sendo pesada e periciada.

A operação contou com apoio de policiais civis de toda a região, em um total de 100 policiais civis. Também foram mobilizadas 30 viaturas.

O nome da operação foi inspirado em um famoso gladiador de Roma, que morreu lutando por um ideal, para homenagear os policiais que morreram em serviço.

Fonte: Polícia Civil do Estado de São Paulo.