Notícias

Debate histórico reúne candidatos a delegado geral

Publicado em: 13 de Set de 2018

Pela primeira vez na história da Polícia Civil de São Paulo, quatro candidatos ao cargo máximo da instituição se reuniram para discutir suas propostas de gestão para a Delegacia Geral de Polícia. O debate, no auditório da ADPESP, reuniu nesta quinta-feira os delegados classe especial Domingos Paulo Neto, Edson Nakamura, Joaquim Dias Alves e Nestor Sampaio Penteado.

A apresentação pública das propostas para a DGP faz parte do processo eleitoral da lista tríplice da categoria para delegado geral, que será oferecida à escolha do futuro governador do estado. A eleição vai de 18 a 29 de setembro. São elegíveis 111 delegados de classe especial. Podem votar todos os delegados de polícia da ativa.

Recepcionados pelo presidente da ADPESP, Gustavo Mesquita, e pelo vice-presidente do SINDPESP, José Vicente Barreto Fonseca, representando a presidente Raquel Gallinati, os quatro candidatos apresentaram seus currículos na Polícia, defenderam propostas para a DGP e responderam a perguntas formuladas por delegados. O evento foi transmitido ao vivo e está disponível na página da ADPESP no Facebook.

Edson Nakamura defendeu que a Polícia Civil seja uma “instituição de estado, autônoma, e não de governo, como atualmente”. Exaltou a importância da eleição da lista tríplice, uma iniciativa da ADPESP e SINDPESP: “mesmo que não seja oficial, temos que dar esse passo”.

Atual diretor do DECAP, Domingos Paulo Neto argumentou que a prioridade de todas as 14 carreiras policiais deve ser a valorização salarial. Destacou a importância da investigação criminal: “delegado tem que presidir o inquérito policial e dirigir equipe”.

Joaquim Dias Alves argumentou que a função jurisdicional dos delegados “nada tem a ver com a (manutenção da) segurança e ordem pública”. Para ele a DGP deve atuar no Congresso Nacional e na Alesp para melhor definir o papel da polícia judiciária. Inclusive para a eventual nomeação de um delegado de polícia numa das duas vagas que deverão ser abertas no STF nos próximos anos.

Nestor Sampaio Penteado exaltou a necessidade de união de todas as carreiras policiais civis, não apenas os delegados. “A Polícia tem que estar unida. Não pode ser loteada. É uma vergonha. Tem que ter a melhor pistola, fuzil. Temos que nos unir por autonomia financeira e orçamentária”.

No debate, os quatro candidatos a delegado geral trataram de temas como a rejeição ao ciclo completo de polícia, a não nomeação de membros do Ministério Público para a Secretaria da Segurança Pública, a proposta de transferência da Polícia Civil para a Secretaria de Justiça e Defesa da Cidadania, a aquisição de armas e equipamentos e a implantação de comunicação nas viaturas.

O presidente da ADPESP, Gustavo Mesquita, exaltou o caráter pioneiro e histórico do debate entre candidatos a DGP.

 

Domingos Paulo Neto

Edson Nakamura

Joaquim Dias Alves

Nestor Sampaio Penteado