Notícias

Sem vacina, ADPESP alerta para possível colapso da segurança pública em São Paulo

Posted by:

Publicado em: 23 de Mar de 2021

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (ADPESP). Gustavo Mesquita Galvão Bueno, alertou para um possível colapso da segurança pública, caso os policiais não sejam priorizados na vacinação contra a Covid-19. “Apenas em uma unidade, temos sete policiais afastados com diagnóstico confirmado de Covid-19 e vários outros em situação suspeita”, alertou o delegado.

Mesquita esteve presente no 27 DP Campo Belo, onde constatou a triste realidade enfrentada pela Polícia Civil paulista, que além do enorme déficit que chega a 1/3 do efetivo, enfrenta agora os afastamentos pelo coronavírus. “Cada vida policial importa. Negligenciar o cuidado com os policiais é colocar em risco a segurança pública”, defende. Apesar do total descaso em relação à imunização dos policiais, a cobrança do governo em relação a números e produtividade permanece alta, levando os policiais a uma sobrecarga de trabalho sobre-humana.

A visita realizada ao 27 DP e ao 26 DP fez parte da manifestação nacional #PoliciaisSãoEssenciais, realizada nesta segunda-feira, 22, que pretende chamar a atenção da sociedade e dos governos estadual e federal para a urgente necessidade de vacinação dos policiais e também alertar para o desmonte das carreiras policiais, em decorrência da aprovação da PEC Emergencial e da Reforma Administrativa. A iniciativa foi promovida em conjunto com União dos Policiais do Brasil (UPB) e a Associação Nacional dos Delegados de Polícia Judiciária (ADPJ), da qual Gustavo Mesquita é vice-presidente.

“A aprovação da PEC 186 foi mais um duro golpe para os profissionais da segurança pública, que já foram penalizados pela reforma Administrativa e pelos efeitos da Lei Complementar 173/2020. A Reforma Administrativa que se avizinha e a completa falta de previsão de vacinação contra a Covid-19 ameaçam ainda mais a polícia e a segurança pública”,

Ato simbólico e protesto virtual

Na manhã de hoje, a diretoria da ADPESP se reuniu para um ato simbólico em frente à Delegacia Geral de Polícia. “Desde o início da pandemia, estiveram e estão na linha frente. No ano passado, perdemos mais policiais para a Covid-19 do que em confronto”, enfatizou Gustavo Mesquita.

Além do ato simbólico, a ADPESP promoveu um protesto virtual, disponibilizando diferentes imagens e vídeos da campanha, que foram compartilhadas milhares de vezes nas redes sociais, com a #PoliciaisSãoEssenciais e #VacinaParaPoliciaisJá.

“A polícia pede socorro à população e aos governantes. Não se pode combater a criminalidade e promover uma sociedade mais justa e segura com pois policiais adoecidos, enfrentando baixos salários, falta de infraestrutura e enorme déficit de profissionais”, destacou Mesquita.

Confira abaixo o alerta feito pelo presidente da ADPESP, Gustavo Mesquita

 

0