Notícias

Mídia de Campinas repercute déficit de policiais civis após reunião da ADPESP com delegados

Publicado em: 12 de Jul de 2018

O presidente da ADPESP, Gustavo Mesquita, se reuniu hoje, na sede do Deinter-2, com delegados de polícia da região de Campinas para tratar da falta 43 delegados e 725 policiais civis nas unidades policiais da região.

Na reunião, os policiais relataram que a investigação criminal e o atendimento à população vêm sendo afetados pelo déficit de 23,76% do quadro previsto de delegados e de 39,21% dos policiais civis na região.

O presidente da Adpesp informou do andamento do Grupo de Trabalho criado pelo governador Márcio França, que cuida da transferência da Polícia Civil da Secretaria de Segurança Pública para a Secretaria de Justiça e Defesa de Cidadania.

O GT tem mais 60 dias para indicar soluções para atividades realizadas em conjunto pelas polícias Civil e Militar, como as estatísticas criminais e o Centro de Inteligência em Segurança Pública.

O presidente recebeu vários questionamentos sobre a remuneração dos delegados em São Paulo, a mais baixa do país dentre as 27 unidades da federação. O piso salarial bruto é de R$ 9,9 mil.

Gustavo Mesquita informou que a ADPESP e o SINDPESP levaram o pleito ao governador França, no Palácio dos Bandeirantes. O governo estudaria soluções. Até esta data não houve resposta.

Repercussão na mídia local

Após a reunião, o presidente Gustavo Mesquita atendeu jornalistas da EPTV (Globo), TVB (Record) e Correio Popular, cujas matérias estão disponibilizadas nos links:

» EPTV Campinas, afiliada da Rede Globo: Déficit de policiais civis na região de Campinas chega a 39%, aponta associação de delegados

» Correio Popular Campinas, maior jornal da região: Déficit de delegados é alto na região

» Rádio CBN Campinas: Déficit de funcionários na Polícia Civil da região é de 39%

Atualizado em 16/07/2018 às 13h30