Notícias

IACC discute cooperações jurídicas no combate à lavagem de dinheiro

Posted by:

14 de novembro, 2018

Cooperações jurídicas no combate à lavagem de dinheiro foi o tema de painel nesta segunda-feira (12/11/2018), do Fórum IACC, no Centro de Convenções Frei Caneca, na Consolação, em São Paulo. O delegado de Polícia Federal, Milton Fornazari Junior, fez a moderação.

O delegado de Polícia Civil, Robinson Fernandes, ressaltou a importância do laboratório de tecnologia contra a lavagem de dinheiro, uma rede com 58 unidades espalhadas pelo Brasil – segundo site do Ministério da Justiça – que dissemina um modelo de aplicação de soluções de análise em grandes volumes de informações.

O laboratório também promove a difusão de estudos sobre as melhores práticas em hardware, software e a adequação de perfis profissionais. O órgão está vinculado a atual Secretaria Nacional de Justiça (SNJ).

“O combate às organizações criminosas funciona quando pensamos também no combate à lavagem de dinheiro. É preciso frear o fluxo financeiro dessas organizações, para que possamos atingir a efetividade”, ele ponderou.

Doutor em processo penal e mestre em direito penal, Luiz Roberto Ungaretti de Godoy explicou como funcionam as conexões internacionais para a lavagem de dinheiro. Ele deu como exemplo as criptomoedas, que utilizam da tecnologia de blockchain e da criptografia para assegurar a validade das transações e a criação de novas unidades da moeda. Um sistema que traz enormes dificuldades para o rastreamento.

0