Notícias

ADPESP participa de reunião com secretário de Segurança Pública

Posted by:

29 de agosto, 2019

O secretário de Segurança Pública do estado de São Paulo, general João Camilo Pires de Campos, recebeu um grupo de entidades ligadas à segurança na tarde desta quarta-feira, 28, para uma reunião. O presidente da ADPESP, Gustavo Mesquita Galvão Bueno, e o secretário geral da Associação, Fernando David de Melo Gonçalves, estavam presentes no encontro, intermediado pela deputada Márcia Lia (PT).

Mesquita destacou a importância de um diálogo aberto entre governo e sociedade e reafirmou o compromisso da ADPESP em contribuir para um estado ainda mais forte. “Estamos aqui para colocar nossas propostas e estudos à disposição da Secretaria de Segurança, a fim de construirmos um estado mais seguro. As medidas que apresentamos não oneram o estado; dependem tão somente da vontade política para sua implementação”, pontuou o presidente da Associação.

A diretoria da ADPESP apresentou a proposta de 10 medidas de fortalecimento e modernização da Polícia Civil, construída em conjunto com o SINDPESP. A presidente do Sindicato, Raquel Kobashi Gallinati, também acompanhou a reunião, e reafirmou a importância do documento. As entidades reforçaram a urgente necessidade de um planejamento estruturado para a segurança pública do estado, com ações efetivas de reestruturação da Polícia Civil.

Pleitos

Gustavo Mesquita destacou os bons resultados conquistados pelo Setor Especializado de Combate aos Crimes de Corrupção, Crime Organizado e Lavagem de Dinheiro (SECCOLD), presente em três unidades do estado: “Trata-se de uma das medidas de nosso projeto que já está em atividade, porém sustentadas unicamente pela coragem e ímpeto dos delegados seccionais. O que estamos propondo é que o combate estruturado à corrupção se transforme em uma política de governo.”

A ADPESP também destacou outros pleitos importantes para a classe, como o aumento do vale-alimentação, maior apoio ao efetivo feminino nos plantões das Delegacias da Mulher (DDM) e a promessa do governador João Doria de anunciar o aumento salarial para as polícias em 31 de outubro.

O secretário posicionou que todos os temas, incluindo as reivindicações estruturais da carreira das policiais civis, estão encaminhadas, porém ressaltou dificuldades do processo de convergência. “Temos que buscar soluções que sejam boas para todos, o que demanda um processo mais árduo”, afirmou Pires.

A deputada Márcia Lia reforçou sua solidariedade “a dura realidade enfrentada pelos policiais civis de São Paulo” e rogou ainda ao secretário o cuidado com a instituição.

A audiência também contou com a presença do presidente do Sindicato dos Peritos Criminais dos Estado de São Paulo, Eduardo Becker além de representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e parlamentares de Bebedouro.

0